• Gustavo Goulart

O que é Budō?

Talvez não exista outro tema melhor para um projeto chamado Budokast do que a palavra Budo. Mas afinal, o que é Budo?


Com uma rápida pesquisa no Google qualquer um pode encontrar páginas e mais páginas sobre o tema e, independente das variações explicativas, Budo parece retratar os estilos de artes marciais japonesas do período moderno.


Ainda que esta não seja uma explicação incorreta, o dever de iniciar um trabalho com o nome de Budokast (um podcast sobre Budo) me sugere o dever de escrever sobre o assunto. Tentarei nas próximas linhas, não somente condensar as informações que você encontraria no Wikipedia, mas também esmiuçar um pouco mais o tema.


“O termo "budo" é encontrado em documentos desde o século XII, mas não com o significado que tem hoje. De fato, "budo" é um termo notoriamente difícil que significa diferentes inclinações para diferentes pessoas em diferentes períodos históricos. O termo pode significar assuntos militares, preparação militar, virtude marcial, guerra ou treinamento em habilidades de combate. Pode até se referir aos atores kabuki que interpretaram "um guerreiro leal hábil nas artes marciais". No período Tokugawa, "budo" era mais frequentemente usado como bushido, "o caminho do guerreiro", ou seja, o modo como um guerreiro deveria se comportar em um sentido moral ou ético.” (Allen Guttman – Japanese Sports: A History)

Budo, palavra japonesa, é formada por dois Kanjis, ideogramas utilizados na escrita da língua que possuem significado completo. O primeiro, “Bu” (武) remete a algo militar, já a segunda “Do” (道) remete a um caminho. Assim, vamos analisar um pouco a questão etimológica de Budo.


Começando pelo ideograma “Bu”, ao pesquisar um pouco a língua japonesa rapidamente nos deparamos com as palavras que essa raiz constrói. Buki (武器) significa armas, Bushi (武士) guerreiro, ou mesmo Buyuden (武勇伝), as lendas contadas sobre bravos guerreiros. Indo um pouco mais além, e desfragmentarmos o Kanji em radicais, veremos a ligação de Yoku (弋) , que pode significar flecha como na palavra Yokujin (弋人) que significa arqueiro, e o Kanji 止 que significa parar. Diversas vezes já vi esta construção ser ligada à ideia de que Bu significa interromper/parar um ataque, no entanto, ao observarmos a construção histórica do Kanji descobrimos que a ideia formadora do ideograma é a de um indivíduo parado carregando uma arma, no caso possivelmente um arco e flecha como sugere o radical.



Desenvolvimento do Kanji de Bu ao longo do tempo. Retirado de: Pedro Ceinos Arcones, Kanjis Japoneses Um Aprendizaje Fácil Basado Em Su Etmología y Evolución

Talvez o arco e flecha como símbolo de um guerreiro japonês pareça incongruente aos olhos de alguém que tenha assistido ao filme “O Último Samurai”. Afinal de contas, não seria a espada o símbolo e a alma do Samurai? Destaco aqui um texto de Raul Sanchez García sobre as tradições militares japonesas retirado do livro The Historical Sociology of Japanese Martial Arts que acredito que irá elucidar a aparente estranheza:


“As primeiras tradições militares fracamente organizadas, das quais temos anotações, foram as 'escolas' de tiro com arco de Heian, como Ki, Tomo e Sakanoue, pertencentes a famílias nobres da corte. À medida que as casas militares hereditárias entraram progressivamente na corte, famílias como Takeda e Ogasawara desenvolveram tradições de tiro com arco durante o período inicial de Kamakura (Hurst 1998; Tomoyuki 2009; Bennett 2015). Desde o período Kamakura, os guerreiros imitaram os costumes da corte celebrando cerimônias militares, incluindo arco e flecha no shogunato e participaram de expedições de caça usando arco e flecha enquanto montados. As explorações de arco e flecha no campo de batalha expressas em obras clássicas sobre a época de Kamakura, como Hogen Monogatari ou Heike Monogatari, podem não ser consideradas pelo valor nominal, mas expressam a maior importância do arco e flecha para expressar status superior.”

Sendo mais sintético no caso da palavra “Do” (道), em que não parece haver controvérsia, o ideograma é formado pelo Kanji de pescoço 首 e o radical ⻌ que indica movimento, caminho ou “avançar”. Dessa forma “Do” que significa caminho, indica a circunstância em que os pés e a cabeça se movem em uma mesma direção.


Desenvolvimento do Kanji de Kubi, que integra como radical no Kanji de Do, ao longo do tempo. Retirado de: Pedro Ceinos Arcones, Kanjis Japoneses Um Aprendizaje Fácil Basado Em Su Etmología y Evolución

No entanto, entender o que significa Budo não é um desafio puramente etimológico. As palavras possuem a característica de atribuírem significados diversos de acordo com o contexto e período em que se encontram. Por exemplo, vamos comparar as palavras luta, combate e briga. Ainda que possam ter, sob um ponto de vista, o mesmo significado (uma circunstância em que duas ou mais pessoas se enfrentam de maneira violenta), dependendo do contexto, ou daquilo que o a pessoa quer transmitir, pode adquirir significados diferentes. Caso não fosse assim, o slogan “não brigue, lute” não faria o menor sentido.


Ao retornar à palavra Budo, que é amplamente utilizada como um termo em comum para designar as artes marciais japonesas modernas. Budo aponta modernidade quando vista em contraste com a palavra Bujutsu (Técnica Marcial). Isso porque, as artes marciais criadas no Japão após o período Meiji (sobre o qual falaremos em outro artigo) carregam o sufixo “Do” em seus nomes, enquanto àquelas anteriores a esse período carregam o sufixo Jutsu. Sendo assim, podemos citar os contrastes entre Jujutsu e Judo, Kenjutsu e Kendo, Aikijujutsu e Aikido, etc.


Outro aspecto comumente ressaltado entre a divergência dos estilos que carregam Jutsu ou Do em seus nomes tem relação com a sua utilidade fim. Partindo deste princípio, muitos dividem as artes marciais japonesas em Bujutsu (antigas) e Budo (modernas). Enquanto o primeiro é dito ter como utilidade à guerra, o segundo é dito ter como utilidade ao desenvolvimento pessoal, espiritual, como uma senda a ser trilhada. Daí levantam-se alguns questionamentos:


O Sumo, a mais antiga arte desarmada praticada no Japão, que sobreviveu à restauração Meiji e é praticado até hoje, é uma forma de Budo, ou é uma forma de Bujutsu?


Não existiria nenhuma relação entre a prática de artes marciais e o desenvolvimento espiritual antes da restauração Meiji?


Como observado anteriormente, entender o significado de Budo não envolve somente conhecer o significado puro da palavra e os Kanjis que lhe atribuem sentido, mas também, mergulhar na história e cultura do Japão. Faremos isto em partes. De maneira próxima falaremos sobre o desenvolvimento histórico, do uso em diferentes momentos da palavra Budo. Também trataremos das disputas por trás da maneira em que o termo é mais amplamente utilizado hoje, que envolve Jigoro Kano (fundador do judô), o ministério da educação e o Dai Nippon Butokukai. Espero vê-lo em um próximo post.


あいがとうございました。